sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Era uma vez uma biblioteca...














Campos do Jordão é uma cidade no mínimo curiosa, pra não dizer engraçada... Enquanto centenas de empreendimentos vão e vêm com a temporada de inverno e outros mega-condomínios são construídos, a história da cidade vai ficando para trás.
O que dizer da casa que abrigava a Biblioteca Infantil “Guilherme Monteiro Lobato”? Numa rua paralela à avenida principal, a construção chama nossa atenção pelo estado lamentável de abandono e também pelo “letreiro” que ainda persiste.
O acervo da biblioteca foi transferido para outro prédio na mesma rua, mas a casa está prestes a ser demolida. Aliás, ela já está no chão: vidros quebrados, pichações, tapumes, infiltrações e marcas de incêndio são de – desculpem o clichê – doer o coração...
Pobre Monteiro Lobato...

5 comentários:

Cláudia disse...

é uma pena mesmo!
:(

may shuravel disse...

Essa nossa mania de abandonar tudo ao deus-dará, até que não tenha mais conserto, até que o tempo faça seu serviço...E aí inaugura-se com pompas novo espaço, que será provavelmente vítima do mesmo descuido,até sua hora de ruína. e aí seguimos, com a alegria triste dos desmemoriados, para sempre.
Não sei quem foi(ou é) esse Guilherme, o Monteiro Lobato que iluminou minha infância é o Zé Bento.
abraço desanimado
May

disse...

a foto me dá a mesma sensação que sinto quando ando pela rua e desvio de um corpo que dorme, largado na calçada: ambos são o retrato do abandono. triste.

Maria Amália Camargo disse...

É... Horrível de se ver! Até há pouco tempo havia uma placa com os dizeres "VENDE-SE ESTE TERRENO". Ou seja, às favas com a casa.
Ao que consta, o prefeito atual não quis se responsabilizar pela reforma do prédio e resolveu transferir a biblioteca para uma casa mais acanhada.
May, sei que o Monteiro Lobato teve um filho que morreu jovem - aos 32 anos - mas acho que o nome não era Guilherme; embora na internet figure que Guilherme seja filho do José Bento e da Maria Pureza (esposa do Monteiro Lobato).
Beijos pra todas!!!!

Menina Enciclopédia disse...

bem que poderiam ter ficado aí e ter restaurado a casa... vergonha,viu? o paisinho!