segunda-feira, 23 de junho de 2008

Um bom sonho de uma noite de inverno...




Com a onda do “Movimento Livro na Mão”, de repente lembrei-me do primeiro livro que peguei emprestado na biblioteca da escola: uma adaptação em português da Ana Maria Machado para uma peça do Shakespeare (ou Xeique Hispir para os íntimos, como no Romeu suspira, Julieta espirra), Sonho de uma noite de verão (Editora Scipione).
Fui até minha prateleira, abanei-me com as páginas do exemplar comprado dois anos mais tarde desta ida à biblioteca – tornou-se leitura obrigatória na classe de 7° série – e entre outras curiosidades, encontrei uma simpática explicação para o título do livro...
Vejam só que coincidência...
O título original da obra é A midsummer night's dream. Oras, Midsummer é uma data muito popular na Inglaterra, ocasião em que comemoram o dia de São João (24 de junho - amanhã!), quando a noite é a mais curta do ano nos países do Hemisfério Norte.
Pra quem estiver à procura de algo pra ler numa tacada só, recomendo esta adaptação da comédia. É bem leve e pode ser apreciada junto com uma sopinha. O livro é bem gostoso, a começar pela introdução:

Há quem diga que todas as noites são de sonhos. Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância. O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.


P.S: Dizem que na véspera do midsummer coisas fantásticas acontecem. Nesta noite, as fadas, os duendes e tantos outros seres mágicos ficam no maior siricutico, saem das tocas e zanzam por aí fazendo suas besteirinhas...
Bom, não é à toa que a poção mágica para aproximar ainda mais Tristão e Isolda também foi servida no dia de São João...
Depois vocês me contam se algo misterioso aconteceu nesta noite. Ah! E muito cuidado com o que vão beber hoje...


Imagem: Titania and Bottom (1848), autor: Edwin Landseer. Na versão em português, o nome Titânia - a rainha das fadas - foi mantido, mas Bottom virou Fundilhos...

3 comentários:

Silvana Tavano disse...

Pois é, hoje é o nosso "midwinter night's dream", como você bem diz no título! E tá fazendo um frio daqueles por aqui...
Se desse pra fazer um pedido pra São João, eu pediria pra continuar sonhando sempre. Como diz o lindo texto que você selecionou: dormindo, acordada, em todas as estações, todos os anos.
Beijo!

Menina Enciclopédia disse...

eu tb li esse na escola! lembro q nunca conseguia ler inteiro pq só levavam pra gente qdo tinha aula vaga... depois é q fui na biblioteca pegar e ler inteiro. sabe q não me lembro mais da história?rss preciso reler rs
e tristão e isolda eu preciso ler
beijo!

Maria Amália Camargo disse...

Régis, você não pode passar a vida sem ler "Tristão e Isolda" - é uma das histórias de amor mais bonitas de toda a história.
Mais linda ainda é a ópera homônima do Wagner; você conhece? Leia o livro e depois aprecie a música. Principalmente o último ato - que é também o mais famoso e a gente fica morrendo de vontade de chorar. Hahaha...
Estou com meu exemplar aqui (na verdade do meu irmão); quando a gente se encontrar eu te empresto com muito gosto.
Beijos,